22 novembro, 2006

XXVI - Lágrimas

E ela decidiu não mais chorar. Depois de tantos prantos inacabáveis por atitudes alheias que a magoaram, ela decidiu eliminar de sua anatomia as glândulas lacrimais.

Mais uma vez magoada e desta vez sem prantos; fria e com olhos de vidro, via-se que tua face agora exibia cicatrizes debaixo dos olhos. As mágoas deixaram de se transformar em lágrimas e agora se tornara vinganças.

Todos aqueles que então a magoavam choravam em seu lugar. A maldição estava declarada, e nem fora ela quem quis assim. Não a magoem mais, será em vão.
Postar um comentário